26 fevereiro 2007

Antidepressivos (mirtazapina)



"A Mirtazapina (comercializado sob o nome Remeron® - ou Zispin®, Avanza®, Norset®, Remergil®) é um antidepressivo tetracíclico que difere dos seu grupo por aumentar a quantidade de serotonina e noradrenalina entre os neurônios. Possui eficácia semelhante aos antidepressivos: amitriptilina, clomipramina e a trazodona (o que pode ser considerado um resultado excelente).
Apesar de ser tricíclico, este antidepressivo costuma causar menos efeitos colaterais do que outros de sua classe. Normalmente é tomado à noite pois tambem funciona como um indutor do sono."




" MIRTAZAPINA (REMERON)


A Mirtazapina é um antidepressivo tetracíclico derivado da piridolbenzazepina, similar à maprotilina, que como todos esses fármacos bloqueia a captação neuronal de aminas e conseqüentemente induz um aumento e maior biodisponibilidade de noradrenalina (NA) ou de serotonina (5HT) em nível sináptico.
Também foram postulados numerosos mecanismos para explicar a dissociação entre o bloqueio de recaptação de neuraminas, que é rápido e detectável em poucas horas, e o surgimento tardio (14 a 21 dias) do efeito antidepressivo clínico como a diminuição da troca do neurotransmissor, a diminuição da descarga neuronal, alterações nos receptores serotoninérgicos, regulação por rebaixamento dos adreno-receptores.
Sua absorção digestiva é rápida e completa após sua administração oral, difunde-se no plasma e liga-se com elevada afinidade às proteínas séricas (90%). Apresenta uma longa meia-vida plasmática (20-40 horas). Sua eliminação realiza-se principalmente através do rim. Seu efeito neurodepressor é acentuado, como ocorre com outros fármacos afins (maprotilina, amoxapina), enquanto a atividade anticolinérgica é fraca.


Informações ao paciente
A Mirtazapina só deve ser usado durante a gravidez exclusivamente sob orientação médica. Não é recomendado o uso deste medicamento durante o período de amamentação. Caso ocorra gravidez durante o tratamento, avise imediatamente o seu médico. A melhora dos sintomas é observada progressivamente com o decorrer do tratamento.
Os comprimidos de Mirtazapina deverão ser ingeridos com auxílio de algum líquido e não devem ser mastigados. Mirtazapina é, geralmente, bem tolerado, porém, se ocorrer alguma reação desagradável durante o tratamento, informe o seu médico. Não tome bebida alcoólica durante o tratamento.
Não usar outros medicamentos durante o tratamento sem consultar o seu médico. Pacientes em tratamento com antidepressivos devem evitar atividades que necessitem maior atenção e concentração, tais como dirigir veículos ou operar máquinas. Não é recomendado o uso de Mirtazapina em crianças.
Indicações


Síndromes depressivas, depressão reativa, doença maníaco-depressiva bipolar. Depressão associada com ansiedade, melancolia. Dose


A dose inicial é de 15mg diários de forma lenta, porém se deve procurar progressivamente o intervalo terapêutico ideal que geralmente oscila entre 15-45mg/dia, em uma dose única administrada preferencialmente à noite antes de deitar-se. O tratamento de pacientes depressivos deve ser prolongado (6 meses ou mais). Superdose


Além da sedação excessiva não foram informados efeitos de importância por superdose. Nesses casos aconselham-se lavagem gástrica, hidratação, terapia sintomática e apoio das funções vitais respiratórias e cardiovasculares.


Reações adversas
Cefaléias, tonturas, sonolência, astenia, secura da boca, discrasias sangüíneas, edemas, ginecomastia, artralgia, icterícia, hipotensão arterial, visão turva.


Precauções
Após 4-6 semanas do início do tratamento foi observada mielodepressão manifestada como granulocitopenia que é reversível com a supressão do tratamento. O médico deverá monitorar o surgimento de odinofagia, febre, estomatite ou outros sinais de infecções, e diante da sua detecção, realizar um hemograma e suspender o tratamento.
A dose deverá ser adequada, regulada e controlada cuidadosamente em indivíduos com insuficiência hepática ou renal, epilepsia, diabetes, hipertrofia prostática, glaucoma de ângulo estreito, hipotensão arterial, insuficiência cardíaca, infarto de miocárdio recente, arritmias cardíacas. Pode ser observado agravamento dos sintomas psicóticos quando o medicamento é administrado a pacientes com esquizofrenia ou patologias psicóticas ou paranóides.
Pode afetar a concentração e os reflexos, especialmente em indivíduos que dirijam veículos ou maquinarias perigosas.
Interações


O uso simultâneo com álcool, barbitúricos ou benzodiazepínicos pode potencializar o efeito depressor sobre o SNC. Pode diminuir o limiar convulsivante e diminuir o efeito dos agentes anticonvulsivantes quando associado a esses medicamentos. O uso simultâneo com IMAO não é aconselhado devido ao risco hipertensor e convulsivante."


55 comentários:

Anónimo disse...

Tenho insônia todos os dias com muita ansiedade e intranuilidade. fico também muito nervoso, pois não consigo dormir. Tive uma crise hipertensiva ouro dia e hoje não fumo, não bebo, e faço caminhadas todos os dias. depois desse episósio (agosto) deixei de ser meulherengo e outras coisas, aí apareceu em a dita insônia seguida de ansiedade e muita irritação. Remeron Pode ser útil no meu caso ?

Anónimo disse...

o melhor e vc consultar um medico ele saberar indicar um medicamento para seu caso, nao tome remedio sem consultar um medico, se falando do medicamento para meu caso foi otimo nao tenho mais insonia durmo bem todas as noites e acabou com a ansiedade e depressao, ja tomo faz um mes.

Laiza disse...

Eu comecei a ter sintomas terriveis de ansiedade , cheguei a pedir a morte varia vezes, tentei varios andepressivos , mas só piora o quadro, tomo alprazolam há 08 meses, mas sei que ele vicia e quero muito me adptar a mirtazapina pois sei que tem menos efeito colateral, futuramente vou fazer o relato quanto ao uso de mirtazapina, pois vou começar a tomar.....

Anónimo disse...

Muito bom achei o q procurava adoreiii valeu!

Anónimo disse...

muito bom medicamento, no inicio a gente fica meio groggy, tontura, dor no corpo, sonolencia...mas depois passa tudo e a gente comeca a sentir melhor, ele e excelente para quem tem insonia, estou tomando a 2 meses e parece que nao vou precisar de tomar outros medicamentos tipo benzo...que causam dependencia fisica e quimica, nao que esse nao cause, mas segundo o medico, nem se compara, e nao e dificio para retirar como os outros antidepressivos.
Boa sorte a nos todos!
Espero que este seja o medicamento ideal !

Anónimo disse...

Eu tenho transtorno afetivo bipolar, quadro atual depressivo.Meu médico já receitou vários antidepressivos e não deram certo pois não conseguia dormir de maneira alguma.Faz uns 10 meses que uso o antidepressivo mirtazapina, alprazolan de 4 mg, depakote de 500 mg,risperidona de 0,5 mg.Durante todo esse tempo nunca consegui dormir por mais de 3 horas na noite.Estou afastado do meu trabalho há 13 meses e não sei mais o que fazer para conseguir dormir bem.Gostaria de ter um sono de pelo menos 6 horas por noite.O meu médico falou que não pode aumentar a dosagem do alprazolan que é o remédio que tomo para dormir, pois podera afetar a minha memória. Não sei mais o que fazer.O meu médico quer me aposentar por invalidez, mais no momento não quero me aposentar. Não sei mais o que fazer

Anónimo disse...

Eu também tenho meus problemas, mas sabe o que faço para conseguir dormir? Coloco um cd do OSHO: corpo e mente em equilíbrio - editora Sextante- veio com o livro) e fones de ouvidos com os fios por trás do pescoço(cuidado para não enrolar em seu pescoço) e ficou ouvindo as mensagens, com uma música de fundo bem suave que toca no cd e acabo dormindo. Acho que praticar yoga e acupuntura, atividade física também ajudaria. Mas eu também tenho depressão, zumbido nos dois ouvidos e estou tomando rivotril apenas. Tomo 0,5 mg antes de dormir. Mas ultimamente estou pior da depressão e acho que vou ter que tomar algum antidepressivo.
Bem meu amigo, estou tentando ajudar com o pouco que sei e posso. Será que não seria bom tu conversares com teu médico? Tu tomas tantos medicamentos.
Beijos para todos e desejo que todos fiquem bem e sejam muito felizes.

cláudia disse...

Não tenho por hábito comentar no meu Blog, mas os comentários que me continuam a surpreender, a este post com quase 2 anos e meio, cria-me a necessidade de deixar algumas notas, e em breve fazer um novo post em adenda a este.

* quem leu este post se leu os outros relacionados, com esta etiqueta, perceberá que os meus estado depressivos são consequência da disfunção da minha tiróide (neste momento, se tivesse a mesma disponibildade, já teria postado diversas vezes acerca de obesidade, metabolismo lentoo, e afins, dado que é agora o efeito mais limitativo da minha qualidade de vida)

* eu tomei mirtazapina e realmente comigo funcionava, dormia e descansava

* ultimamente tomei Duloxetina (nome comercial Cymbalta)

* mas comigo o que resulta mesmo é ACUPUNCTURA!!!!

* logo na noite da 1ª sessão dormi mesmo, descansei, e acordei com a sensação de cabeça leve, como nenhum medicamento me proporciona!

Sugiro a todos recorrer a acupunctura, vendo bem com quem, porque por certo têm elevada probabilidade de melhorar a qualidade de vida, e até poder reduzir / terminar a medicação

Cláudia

Anónimo disse...

Atualmente eu também estou tomando, o número de "recaídas" que tinha foram diminuindo! Já estou à quase 3 meses! Entretanto, o que tem me atrapalhado é o fato de ainda estar vivendo alguns momentos fortes em minha vida! No todo, e é claro em particular estou tendo uma melhora gradativa! Recomendo que procurem um bom Médico (Psiquiatra)caso queria trocar o medicamento!

Anónimo disse...

Incrivel como apenas pelo nome Mirtazapina a gente lê sobre pessoas.
Tb comecei a tomar tem 5 dias.
Perdi meu pai, meu salário foi reduzido em 30%, minha mãe piorou e está tetraplégica, tenho que fazer uma cirurgia de diverticulite em fim... a pressão aumentou muito, comecei a emagrecer, perdi 8 kilos, muito nervoso e explodindo àtoa, tive 3 crises de enxaqueca seguidas. Mas enxaquecas daquelas, com vômito,dormência, tonteira e dor muita dor de cabeça.
Agora estou com esperanças no remédio, mas sei que o que me levou a tudo foi a falta de fé. Qd tinha crença, andava com fervor e tudo de bom acontecia. Acho que com as porradas, fui perdendo a fé e me sentindo vulnerável e aí mifu.
Mas vou tomar o remedio e buscar forças pra ter fé denovo. Ai gente o importante é persistiriiiiiiii.. ABS a tds.

Anónimo disse...

Eu estou tomando mirtrazapina há quase dois meses. Eu me sinto melhor, mas tenho tido crises de vontade de suicídio. tomo apenas meio comproimido porque ele me faz dormir como uma pedra e um dia que tomei o comprimido inteiro acordei as 4 da tarde. penso que se eu conseguisse tomar um comprimido inteiro, me tratamento ia me curar mesmo.

Anónimo disse...

Comecei a tomar faz uma semana, para ser sincero só me deu sono e um choque na cabeça quando eu estou concentrado em algo e alguém me chama ou toca o telefone. Meu medo é o ganho de peso, estou meio apavorado pois todo mundo fala q este medicamento engorda

Anónimo disse...

Estou tomando Mirtazapina 30mg a 1 mes e meio depois de passar por uma crise de depressão acompanhado de uma angustia infinita deflagrada, acredito, por um zumbido em meu ouvido esquerdo. Os primeiros dias(uma semana mais ou menos) não obtive resultado esperado, segundo meu psiquiatra o remédio estava conversando com meu organismo, e pediu pra que eu tivesse paciência, que em 2 semanas os efeitos começariam a aparecer. Realmente depois deste prazo fui melhorando e hoje já me sinto muito melhor. A angustia foi embora. O que sobra é um grande aumento de apetite, e sonolência. Tento tomar a mirtazapina cedo, tipo 21 hs e dormir cedo, pra ajudar o organismo que com certeza está precisando da minha atenção. Não é o remédio que engorda,a gente sente mais fome, o negócio é segurar a boca e fazer exercício fisico.

Anónimo disse...

Estou tomando mirtrazipina estou muito peocupada com o peso, a melhora foi muito boa mesmo, também tomo outros todos manipuladoscomolevomepromazina,cloxazolan,venlafaxina,e citaloplan.gostaria de saber todos eles ganham peso,porque já engordei 13 k, estou desesperada,o que eu faço?

Anónimo disse...

Estou tomando mirtazipina e estou muito peocupada com os efeitos que está me dando e quero saber se todos voces passaram por isso. Comecei faz 6 dias e estou tendo sono muito agitado e bastante entrecortado com despertar, zonzeiras durante o dia, uma secura tremenda na boca,não consigo fixar pensamento, leitura ou qualquer outra coisa que requeira atenção. Muito irritada com barulho também e pouca fome. Essas reações voces também tiveram?

Anónimo disse...

estou tomando mirtazzapina à 3 mêses e minha fome aumentou bastante, tb tenho leves tonturas durante todo o dia, um zunido no ouvido esquerdo, e um certo enformigamento na cabeça.. vou voltar para meu médico e ver isso, pois durmo assim e acordo asssim...horrível...

Anónimo disse...

Comecei com a Mirtazapina há 10 dias . Comecei com 1/2 comprimido e passei o primeiro dia muito mal.´Falei com minha médica no 5° dia, pois estava sentindo muito sono,me impedindo de fazer minhas coisas.Ela recomendou que tomasse 1/4 do comprimido.Mas até hoje,11° dia continuo com um sono além do normal. Tenho dificuldades para acordar de manhã(mesmo dormindo 10hs por dia) e passo o dia sem energia.Pra ser sincera, estou me sentindo pior que antes.

Anónimo disse...

PARA VOCE QUE ESCREVEU EM 6/11/09

Eu escrevi aqui em 7/10,eu estava no auge dos efeitos colaterais e o medico também alterou a dosagem para 1/4. Eu estava tomando 1/2 . O que eu posso te dizer é que eu também me sentia pior que antes e toda vez que colocava o comprido na boca eu tinha raiva. Bom, meu sono ficou melhor mas ainda continuei tendo alguns efeitos colaterais até a terceira semana mais ou menos e estes efeitos eram muito parecidos ou mais acentuados com o que eu sentia antes da medicação. Mas ao mesmo tempo percebi que eles vinham em ondas para numa fase seguinte eu me sentir melhor que antes e assim foi sendo até hoje quando me sinto muito melhor e mais ativa e animada. Eu também não tinha energia para nada durante no começo do tratamento, eu me sentia uma folha balançando no vento. Ainda não estou 100%, tenho agitação e ansiedade durante o dia e foi introduzida uma medicação para isso.Tenho ainda momentos minimos de angustia e tristeza. Então fique confiante porque ainda é cedo para ver um resultado, converse com sua médica porque só ela sabe avaliar mas o que eu posso te dizer é que eu vivi um verdadeiro inferno de efeitos colaterais nas primeiras semanas mas hoje eu dou graças a DEUS de não ter desistido dessa medicação quando eu ia tomar a noite. Estou muito melhor que antes em pouco mais de um mes e a melhora foi sendo gradativa, em picos bons e ruins e cada vez aumentando mais o tempo de picos bons. Estou bem e te desejo o mesmo. Só quem passa por isso pode avaliar, mais ninguém. Por isso evite as pessoas que não te entendem também. De um tempo para voce e seu tratamento. Te desejo muita sorte e paz. Sei que voce vai conseguir. Abraço

Anónimo disse...

olá a todos,comecei por tomar remeron 30mg quando tinha 22 anos duas vezes ao dia, foi muito dificil ia perdendo o emprego mas depois continuei o tratamento por mais quatro anos até que foi reduzindo e deixei de tomar e abandonei as consultas de psiquiatria.
Retomei as consultas quando tinha 28 anos tomei vários antidepressivos até voltar ao remeron 30 mg com uma só toma diária, hoje tenho 32 anos e tomo 1 comprimido diário de 15 mg e sinto-me infeliz, o que eu acho é que existem pessoas que já nasceram tristes.Apenas consigo manter o trabalho,todos os dias acordo com a vontade de ficar o dia todo na cama, sempre foi assim, o que faço é mentir, para as pessoas e para mim que me sinto feliz,mas não sinto...não há nada a fazer, resta me viver o dia a dia com dignidade e tentar esquecer que sou extremamente ansiosa pelo minuto a seguir...boa melhoras para todos.

Anónimo disse...

Tenho sindrome do panico a 14 anos fiz varios tratamentos mas quando me sentia melhor parava foi se agravando e chegou ao ponto que quando ía a uma festa e tomava um pouco a mais na resaca dava um pancadao de panico que eu jamais havia sentido nestes 14anos olha que ja havia dado em locais que nao havia ajuda como numa ilha pescando sem algum remedio mas apos consultar meu medico tomo mirtazapina e alprazolam ao deitar ja fazem 6 meses e sinto que sou outra pessoa de paz com a VIDA.......... QUE TODOS SEJAM FELIZES .

Anónimo disse...

Não fale do que não sabe... o copiar e o colar de um artigo para um blog nem sempre é credivel que é o caso do que esta escrito neste blog, tem informaçoes erradas que devem ser corrigidas pela dona deste blog que nao esta a dar informaçao a quem procura informaçao adiccional sobre um determinado assunto que é o acso deste medicamento

Anónimo disse...

Tomo este medicamento, ja passaram quase 3 semanas snto me muito melhor o meu maior problema era a ansiedade o estado nervoso e constante que eu tinha no meu dia a dia, vivia em constante sobressalto, mesmo quando ia para o trabalho ia a 500/h parecia que tinha pressa em tudo o que fazia, o meu psicologico era igual queria dizer tanta coisa que o meu pensamento e as minhas ideias se atropelavam, e as pessoas acabavam por ficar confusas com o que eu dizia ou melhor acabavam por nao perceber nada, este medicamento me deixa calma, tenho tempo para raciocinar antes de pensar, mesmo em casa consigo ter tempo para tudo, fazer as coisas com calma, consigo dormir bem tomo o medicamento sego como anteriormente já disseram aqui... adormeço maximo dos maximos 00h mas acordo bem, calma, bem disposta melhor do que antes, e espero que ao longo do tempo que estes sintomas ainda melhorem mais, que de certa maneira de devolvam o que eu perdi... viver e não sobreviver

Anónimo disse...

estou tomando mirtazapina 15mg ao dia,estou melhor da ansiedade,insonia ,anorexia, emfim achei o medicamento correto, descobri na internete,"graças a Deus".

MARCOS ANTONIO DA SILVA disse...

TOMO MIRTAZAPINA hÁ UMA SEMANA; A REALIDADE PARECE ESTAR MAIS TOLERÁVEL;MEU ESTADO É DE APATIA;SONOLENCIA; UM POUCO DE NILIDADE; PENSO EM FAZER ALGO E NÃO VEJO ANIMO;MAS DIZEM: PRECISA AGUARDAR DE DUAS A QUATRO SEMANAS; SÓ QUERO FORÇAS PARA ENFRENTAR O QUE TEM QUE SER ENFRENTADO; VOU AGUARDAR ESTE PRAZO.

Anónimo disse...

Gostaria de saber se a mirtazapina engorda porque engorda ou porque aumenta o apetite. \Se puderem também enviar a resposta para o meu e-mail, ficarei grato: frederico@plenamente.eu

DR.Danilo Sampayo disse...

A mirtazapina é um medicamento de grande percussao por ser um medicamento que sai fora dos padroes comuns é diferente dos demais isrs,irs,isrnas,imao rev e imao irev triciclicos
é considerado um medicamento atipico,um antagonista serotoaminergico 5ht e tambem bloqueador da alpfa adernergicos modulador da norepinefrina e transportador de dopamina é altamente complexo a sua açao ansiolitica e antidepressiva esta indicada no TOC depressao ansiedade generalizada panico etc tem pouquissimas interaçoes farmacologicas devido ao seu perfil farmacodinamico.
Sou medico Psiquiatra e receito este medicamento em varioas situaçoes mas aviso a todos amigos que nao se automediquem por ser muito perigoso mesmo sendo este medicamento o menos sujeito a interaçoes

Anónimo disse...

Minha filha de 26 anos, entrou em depressão associada a crises de ansiedade.Em um mes, emagreceu mais de 7 kg, procuramos varios medicos, q não acreditavam em depressão, e ela so piorando.Ate que depois de muito sofrimento, procuramos um psiquiatra e em fevereiro desse ano, ela começou com a Mirtrazapina, frontal e equilid.Seu estado de saude melhorou muito, porem o que nos preocupa e seu aumento acentuado de peso, recuperou os 7 e ja ganhou outros 8. Sera q qdo terminar o gtratamento, seu peso volte ao normal. Ela e linda tem 1m e 80cm e seu peso era 62 kg, hj esta pesando 70 kg. Abraços a todos

Anónimo disse...

Durante 1 ano tomei mirtazapina 30 mg. Foi-me receitado, entre outros medicamentos, para o transtorno bipolar, mas na altura estava em depressão profunda. Sim, também me dá muito sono, tira a energia, gera apatia, dificuldade de concentração e de memória. Não é a mirtazapina que engorda, mas sim o facto de consequentemente nos fazer sentir fome. Como é tomado à noite, comemos mais antes de dormir e como o nosso metabolismo é mais lento neste periodo fiquei com 10 Kg de aumento de peso. Foi muito mau, sentia-me gorda e estava! Mas no entanto, este medicamento, depois de o tomar a partir de 2 semanas, começou a fazer o seu efeito e melhorei bastante! Voltei a rir :) Para não engordar muito é mesmo tomar o comprimido e evitar comer depois da toma, bem como practicar exersicio fisico (escolher um que se goste) e ajuda não só a forma física, mas também a mental, porque liberta endomorfinas (hormona que dá a sensação de bem estar). Quando o médico autorizar a deixar de tomar este medicamento, sim, perde-se peso porque o apetite e a fome voltam a regularizar, foi isto exactamente que aconteceu. Infelizmente hoje vou começar a tomar mirtazapina novamente, pois encontro-me outra vez com depressão...desejo a todos muita força, não desistam porque esse é o caminho mais fácil. Abraços para todos e as melhoras!

Marcos Ant, disse...

Completei, hoje, um mes tomando mirtazapina; estou bem melhor;estou me concentrando no que tem que fazer; minha ansiedade em relação aos problemas diminuiu; ficarei uns cinco dias sem toma-lo; verei o que acontece; e depois voltarei ao medico para relatar a nova situação.

Anónimo disse...

Estou tomando Mirtazapina há mais de 30 dias e só agora nesses últimos dias é que estou começando a melhorar da depressão. Mas o que mais me preocupa é que sinto uma secura na boca e total falta de apetite, o que é o contrário do que diz a bula. Conversei com minha médica e ela me disse que isso vai passar e o apetite vai voltar, mas não estou muito confiante - Acho que já deveria ter passado.

Anónimo disse...

mirtazapina tira toda vontade de ter relacoessexual?EPORQUE.

Toim disse...

Minha mãe sofre de ansiedade. Toma mirtazapina. Durante a parte da manhã tem suas crises e dura até por volta das 14 horas. No horário do almoço ela só come forçada (por mim). O resto do dia pra ela é tranquilo, pois ela se sente muito bem. O problema maior pra ela é durante o dia especialmente nessé horário que eu falei. A dosagem é 30 mg.

Anónimo disse...

Oi, a 8 dias tomo o RAZAPINA 30 mg as 20 hs, durmo bem mas me assusto facil com barulhos, movimentos bruscos, sem contar que ao acordar tenho uma dificuldade imensa de levantar e meu humor fica péssimo, totalmente alterado,o meu apetite esta nas alturas,quando ando cambaleio como uma bebada, sinto dores nos braços e moleza pra fazer qq atividade, como complemento tomo 5 gotas de alprazolam (tomava 40 gt) melhoro um pouco, depois de algumas xicaras de cafe é q me sinto melhorzinha, a secura na boca me é muito ruim! Minha esperança é q apos o periodo de adaptação eu melhore pq ate o momento so estou vendo desvantagem principalmente com meu apetite voraz e se eu voltar a engordar ai sim, vou ficar muito deprimida!

at_8_2 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
at_8_2 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
at_8_2 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Minha mãe sofre de insônia hà anos e por conta disso e muitos outros problemas teve sindrome do pânico. Hoje ela toma mirtazapina na janta e logo antes de dormir flurazepan. Mesmo com este dois indutores de sono ela não consegue dormir, levanta cansada e sem ânimo. Jà està tomando estes a dois meses. Ela ja foi em psiquiatra, psicologo, neurologista, endocrino e todos indicaram este tratamento. Mas ela não consegue dormir. Alguem pode me ajudar? o que pode estar acontecendo? é possivel que haja interação entre os dois medicamentos e um anule o efeito do outro? obrigada.

Anónimo disse...

Olá,

Meu caso é depressão. Estou tomando a mirtazapina (Remeron Soltab) 30 mg. Estou no 14º dia. Meu sono melhorou bastante. Porém ainda estou sem impulso para fazer as coisas. Na verdade, senti que piorei um pouco. Meu apetite abriu e engordei 1,5 Kg nas 2 semanas. Vou aguardar até o 30º dia para ver se vai dar certo ou não.

Anónimo disse...

Gente essa mirtazapina é um Oh!Estou engordando, me deixando inchada. A ansiedade está d+ para comer doces. Olha que ninguém e nenhum médico venha me dizer que é pra controlar a boca. Antes deste medicamento não sentia essa fome toda e olha que eu tomo anticoncepcional injetável e nunca engordei. Pois bem o médico me passou devido a insonia, juntamente com outro para depressão e já tomei todo tipo de medicamento para depressão e sindrome do panico e nenhum foi reagiu desta forma.
Grata a todos

sandrinha branca disse...

minha mãe tem amargo na boca e falta de apetite e falta de paladar...o médico passou nirtazapina, hoje está com 6 dias tomando a metade...e depois subira para 30. será que ela vai se alimentar direito? to muitissima preocupada com minha maezinha.

sandrinha branca disse...

minha mãe tem amargo na boca e falta de apetite e falta de paladar...o médico passou nirtazapina, hoje está com 6 dias tomando a metade...e depois subira para 30. será que ela vai se alimentar direito? to muitissima preocupada com minha maezinha.

Fernanda Dias disse...

Olá, faz exatamente 47 dias que iniciei o tratamento com mirtazapina, e ja engordei 6kg, isso é normal? Também tenho vontade de comer tudo que tipo de doce que vejo na minha frente, mesmo com a vontade incontrolavel que sinto não como e antes eu nção sentia essa vontade. A alimentação é a mesma, passei até fazer exercicios fisicos e mesmo assim só engordo. Gostaria de saber por que isto acontece...
Obrigada.

Anónimo disse...

Fernanda isto não é normal!Eu tbm engordei 6kg ou até mais. Tenho até medo de subir na balança.Pede pra seu médico trocar logo!Hj troquei de medico e pedi pra q ele trocasse tbm o medicamento.Só que ele me disse q com o tempo ia voltar ao meu peso normal, mas até agora nada.Estou muito mal com isso, mas esperando.
Espero ter ajudado.

Anónimo disse...

Ola a todos..sempre sofri de ansiedade e sempre parava de realizar todos meus projetos devido a falta de desejo de "continuar" a viver..Ontem fui ao medico e ele me receitou mirtazapina 30mg..comecei a tomar ontem e hj estou pessimo..Não consigo nem ficar de pé direito..to parecendo um zumbi rsrsrs..vamos ver o que vai acontecer..melhoras a todos

Respeito Animal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Olá a todos, estou tomando Remeron há pouco mais de um mês, meu apetite melhorou, o q foi bom porque eu não comia nada, e durmo bem. No começo dá uma moleza, sonolencia, dificuldade de se concentrar e as vezes até de falar, parece que a fala fica lerda. Eu também tive dois episodios de quase desmaio, senti que minha pressão caiu e tudo girava, falei com o médico e ele disse que pode acontecer. Fiquei feliz em saber que o remedio dá um desanimo matinal, porque eu pensava que era uma coisa minha, e nao entendia como podia passar a noite bem e acordar tão mal. Pelo menos sei que é por causa do remedio... espero ter ajudado, vcs com certeza me ajudaram. Boa sorte!!

Anónimo disse...

Ola Pessoal. Tomo Remeron Soltab a quase dois anos e comparado ao inicio do tratamento a melhora foi muito grande. No entanto, acredito que o tratamento da depressao deve ser apoiado em tres pilares.
O primeiro pilar é o Medicamento, o segundo é o tratamento Psicologico e o terceiro é muita atividade física com exercícios aerobicos.
O medicamento Remeron Soltab já me ajudou muito. Nos primeiros dias senti tortura, boca seca, sentia um tipo de choque no meio do cérebro p.ex. ao ouvir
o telefone tocar ou quando era interrompido enquanto estivesse concentrado, e também engordei uns 12kg.
O tratamento psicologico deve ser através de um bom Psicólogo e/ou através de livros de auto-ajuda hoje em dia denominados livros de desenvolvimento pessoal.
Aqui gostaria de dizer que assim como os medicamentos o livro ou psicologo ou médico que é bom pra uma pessoa pode não ser bom para outras.
No meu caso alguns livros me deram um ganho de resultado comparado ao do medicamento talvez até mais forte porque a
medida em que eu lia o que precisava ler eu me sentia bem imediatamente.
Os exercicios físicos também dão um forte resultado mas eu ainda preciso tomar uma atitude para criar o hábito de fazer. De qualquer forma as caminhadas também me fizeram sentir muito melhor. Acredito que se eu me empenhar nas atividades físicas assim como me empenhei na leitura dos livros de desenvolvimento humano vou dar adeus de uma vez por todas ao desânimo e a indisposicao.
Por fim, quero dizer que o medicamento sozinho não é capaz de acabar com a depressao ele deve ser apoiado pelo tratamento Psicologico e exercicios físicos.

Fernanda Martins disse...

Nossa, que coisa! Quantos esclarecimentos tive fazendo apenas uma leitura dinâmica aqui! Bem, eu estou tomando Menelat a apenas 15 dias e já tive um aumento de pelo menos 2kg com o uso do medicamento. Como citaram neste post, diversos efeitos colaterais se seguiram dentre eles tontura, sede, vontade intensa de comer doce (oque pra mim foi algo extraordinário!!), sonolencia, aumento do apetite em geral, dificuldades para falar, zunido no ouvido. Entretanto, a maioria deles foram bem temporários e já não sinto quase nada a não ser uma vontade de comer tudo o que vejo pela frente, principalmente doces! Eu estou amando, lógico. Pra mim o ganho de peso sempre foi muito difícil já que não tinha apetite, agora já tem gente até achando que eu to grávida porque nunca me viram comer tanto. Mas com certeza absoluta, isso é o efeito do medicamento. Também aproveitei o momento, já que estou de atestado e fiz minha matricula numa academia. Uso do medicamento, alimentação balanceada, atividades físicas podem ajudar e muito na melhora para o tratamento de qualquer doença psiquiatrica ou emocional. Então, desejo a todos boa sorte e aproveitando uma vida nova pra vocês em 2013, com muita saúde!

Anónimo disse...

Mirtazapina provoca fome demais e seu efeito antidepressivo não é lá essas coisas. Alguns médicos o prescrevem como indutor do sono, porém não é o ideal. Para induzir o sono, dormir bem, fale com seu médico e peça Zolpidem, que é a essência ou Stilnox, a marca.

Anónimo disse...

Para todos q escreveram aqui..tenho depressao, so sabe do qto essa doenca eh terrivel quem tem. Ja tomei varios medicamentos, passei 10anos procurando um medico bom...so agora encontrei. Temos q encontrar alguem q nos ajude a tratar a causa, nao somente a depressao em si... por enqto quero me preservar, por isso ainda nao vou deixar meu contato, mas se puderem conhecer, meu medico eh dr Antonio Kleis-Itapira/SP.

Anónimo disse...

tive uma crise nervosa, tive alucinações auditivas e visuais,fiquei internada durante 28 dias, desda a internação fui medicada com o mirtazapina, ja fazem 2 anos e meio, e agora meu psiquiatra quer aumentar a dosagem para 45mg, nao me adaptei bem, dormi o dia todo e não consegui fazer nada que eu tinha planejado,voltei a tomar 30mg, alguem ja possou por essa situação?

pedro rap disse...

para os ataques de panico extramente fortes comecei a tomar 2,5 mg de lorazepam, 2x ao dia e foi remédio santo. quando às insónias, estou experimentando a mirtazapina mas engordar e perder a líbido estão me a assustar, embora realmente consiga dormir bem. será que o zolpidem não é o ideal? eu não me queixo de depressão, por isso vou procurar uma segunda opinião médica...

Anónimo disse...

Olá..
Sou depressiva... vcs. sabem como é difícil....Baixa-estima, desespero, vontade de se matar, impotência, muita fome, pouca fome, falta de libido... enfim.. alista é grande e varia... Já tomei de tudo.. Recentemente resolvi ir a um novo psiquiatra muito conceituado, que me passou MIRTAZAPINA... Quando li a bula fiquei um pouco assustada, mas como todos os anti-depre dão reações fui em frente. DOSE DE 15 mg.. RESULTADO DO PRIMEIRO DIA -: Dormi prá caramba e tive no dia seguinte um dos piores efeitos colaterais da minha vida. Fiquei PSICÓTICA, AGRESSIVA, RAIVOSA, ou seja me deu um efeito rebote horroroso. Daí resolvi, o seguinte. CHEGA !!! Vou me desintoxicar de tudo isso, adotar uma vida saudável, procurar acupuntura, Reiki, etc, exercícios, acreditar mais em mim, na minha força, ter fé. O que não quero é tomar medicamentos a minha vida inteira, todos eles são a variação do mesmo tema, e acabamos nós como pacientes, mais doentes e dependentes do que antes... GENTE ACORDEM PRÁ VIDA... VAMOS DESCOBRIR A CAUSA DISSSO TUDO, TRABALHAR ENCIMA DELA, E MUDAR NOSSA VIDA SEM QUÍMICA. PENSEM NISSO, NÓS VAMOS CONSEGUIR !! EU PELO MENOS, VOU TENTAR !! Beijos na alma de cada um de vcs... Re

Rossi disse...

boa noite começei a tomar mirtazapina 30 mg faz dois dias, antes fazia uso de rivotril 2 mg e amipritilina 25 mg, o médico pediu para parar com estes dois últimos remedios de uma vez,estou sentindo a vista turva, a boca parece que a gengiva está muito inchada, gostaria de saber se é abistinência do rivotril e da amipritilina, ou mesmo uma reação da mirtazapina, já vi muitas pessoas falando que é um ótimo rémedio,e com os outros emagreci muito, espero que com este eu tenho apetite e ganho de peso. devo ficar de uma vez mesmo sem tomar amipritilina e rivotril?

jefferson carvalho disse...

Tenho ansiedade,e tenho me tratado com Remeron, atualmente de 20mg, mas gostaria de saber se vcs sentem um desconforto na barriga, gerado pela ansiedade?